Poeira john fante

Fábricas são classes em que todos os dias a partir de matérias-primas comuns, o que provavelmente existe pedra, areia, polímeros, produtos químicos, metal também um monte de objetos diferentes, todos os dias são produzidos. O número desses produtos é em milhares e até centenas de milhares por dia.

Durante a usinagem de todos os produtos, os resíduos são geralmente refletidos em recipientes especiais, que são então esvaziados e os resíduos são descartados. No entanto, durante essa usinagem, como evidência de uma placa de granito, sabe-se que ela se movimenta em grandes quantidades de poeira no ar. É tão finamente moído que até mesmo nossa cavidade nasal especializada em pegar pequenas partículas de poeira não permanece no período de tal contaminação, e todo dia um trabalhador que executa atividades de produção ordinárias inala um grande número de tais poeiras. Eles podem facilmente prejudicá-lo, causando tosse ou uma reação alérgica, e muitas vezes a poluição do corpo com poeira é notada até depois de dez ou vinte anos de papel em um negócio específico em condições próximas. Depois, procuramos um médico com uma doença pulmonar ou alimentar, ou qualquer outra, em relação à corrente em que atacaram a poeira, e aprendemos que nossas doenças se originam precisamente com a arte neste ponto.

Infelizmente, esse conteúdo é extremamente alto, mas agora podemos efetivamente preveni-lo. A instalação de sistemas de despoeiramento, ou seja, um sistema de despoeiramento em fábricas expostas a efeitos adversos de quaisquer poluentes, certamente minimizará o problema. Na verdade, esse sistema está exposto a todas as indústrias, independentemente do limite de poluição. Sabe-se que na siderurgia a quantidade de fumos e traças será mais popular do que na fábrica de isopor, no entanto, no indivíduo e na segunda planta, os hóspedes estão expostos a impurezas ruins, embora com um gosto diferente em uma concentração distante.

Se somos empreendedores e a antiga fábrica, devemos pensar sobre o método de remoção de poeira antes que o inspetor sanitário faça check-ups aleatórios e nos force a instalá-lo sob a ameaça de liquidar a planta. Naturalmente, criará o mesmo com os custos de compra e montagem do sistema de filtragem e, provavelmente, com os custos de modernização do salão em que está sendo mantido. No entanto, a saúde das pessoas é o preço pelo qual vale a pena investir, e então, provavelmente, exigiremos que elas sejam criadas.